top of page
  • REDEH - Rede de Desenvolvimento Humano

Campanha #NemPenseEmMeMatar tem lançamento nacional em sarau online



O lançamento nacional da Campanha Contra o Feminicídio #NemPenseEmMeMatar aconteceu em formato de live giratória, na última quinta-feira (25). Organizado por mais de 300 articulações, redes, movimentos, coletivos, organizações, dentre elas  a AMB – Articulação de Mulheres Brasileiras e a REDEH,  contou com a participação de ativistas feministas de diferentes regiões e territórios, parlamentares e artistas, em transmissão pelo Facebook.


A campanha tem como objetivo a denúncia do grande número de feminicídios que ocorrem no país e a luta contra o patriarcado e o ódio estrutural contra as mulheres. Para isso, criou-se um manifesto que  já recolheu mais de 30 mil assinaturas.


Durante a pandemia de Covid-19, houve um aumento das denúncias e ligações para as autoridades por violência doméstica, devido ao confinamento, segundo dados da ONU Mulheres. As ameaças se repetem no âmbito político, ao passo que mulheres defensoras dos direitos humanos e líderes políticas denunciam diariamente as experiências misóginas e negligentes vividas, especialmente mulheres negras, indígenas, lésbicas e trans. 


Unindo arte e política, o clipe “Corpo Meu”, de composição de Cris Pereira e interpretado por Fabiana Cozza, foi lançado. A canção entoa o grito mudo das vítimas de violência, as quais não mais se calarão.


 “Houve um dia, que eu até sentia medo que você chegasse cedo pro meu corpo machucar. Mas eu virei o tabuleiro. Este jogo, companheiro, eu não vou mais aceitar. Nem pense em me matar!” Diz a letra.


Em paralelo, a #Nempensemmematar circulou pela rede social Twitter por meio de um Twitaço. Nomes como Anielle Franco, Thaina de Paula e Benedita da Silva apoiaram o movimento. Confira: 








O movimento está acontecendo com lançamentos estaduais por todo o país e você pode ter mais informações em @levantefeminista.

Comments


bottom of page