top of page
  • REDEH - Rede de Desenvolvimento Humano

Mulheres em Campo Driblando Preconceitos








Nos meses de junho e julho de 2014, o Brasil recebeu a Copa do Mundo de futebol masculino. Nesse contexto de grande efervescência de um esporte que se caracteriza como paixão nacional, propomos um outro olhar sobre esse esporte. Para evidenciar a invisibilidade que acompanha as mulheres que ousam jogar futebol, a Redeh organizou a exposição Mulheres em Campo Driblando Preconceitos, no museu da República, Rio de Janeiro, onde cada visitante pode se questionar sobre onde estão as mulheres no futebol, no país do futebol. A história do futebol feminino no Brasil foi contada sob a perspectiva das mulheres, que procurou visibilizar a luta e conquistas de inúmeras jogadoras que, desde o início do século XX até hoje, buscam construir e fortalecer a modalidade, num país onde o futebol é um símbolo da identidade nacional e não as inclui.  


A exposição fez parte do Espaço Futebol para a Igualdade, desenvolvido em parceria com a streetfootballworld e financiado pela Caixa Econômica Federal, com o apoio da Fundação Ford, que ocorreu do dia 04 de junho a 20 de julho de 2014, no Museu da República, Rio de Janeiro (RJ).


O Espaço Futebol pela Igualdade, que ocupou a maior parte do Museu da Republica, teve como objetivo propiciar aos visitantes uma experiência única de vivenciar o esporte. Jogadoras Jovens e crianças também puderam aprender um novo jeito de jogar futebol, em grupos mistos e sem árbitro, em três mini-quadras montadas no jardim do museu por meio da metodologia do Futebol3, no que chamamos de praça “Futebol para um Mundo Melhor”, integrando a equidade de gênero nos times. A praça também abrigou histórias de projetos sociais que utilizam o futebol como ferramenta para transformação. Além disso, diferentes eventos, debates, oficinas e exibições de filmes foram realizados no espaço “Trocando Ideias” e “Bate Bola”, que contou com atletas e arbitras do futebol brasileiro e da seleção (marta esteve presente foi madrinha do Projeto).


O Espaço Futebol para a Igualdade teve como objetivo central mostrar que o futebol é um esporte capaz de transformar vidas e ajudar no desenvolvimento de uma sociedade mais igualitária.


Comments


bottom of page